Este blog contém pus!

Pedra no sapato

Eu sei que estou um pouco lento a reagir a todas as notícias de relevo. Existe uma decalage entre a notícia e a minha reacção fulminante! Eu sei disso, mas ao menos uso estrangeirismos e figuras de estilo… com estilo. Por isso nem preciso de falar de coisas com muita importancia e tendo a falar de coisas sem significado como jornalistas a atirar sapatos a futuros ex-chefes de Estado.

Sei que isso já foi quase há uma semana, mas também na sociedade actual as coisas passam-se a um ritmo tão lento que às vezes penso que até só devia falar nisto para o ano. Sim, lento.

Petróleo

Por exemplo, eu não sei, sendo o Iraque um país exportador de petróleo se aquele jornalista não estaria a protestar contra o preço do pretóleo ter atingido os valores mais baixos desde há 4 anos e mesmo assim a gasolina ainda ser transacionada praticamente aos preços mais altos de sempre. Isto é que é ser lento!

Sapato

Consta até, que o jornalista português que estava ao lado dele, de tão irado que estava se preparava para fazer o mesmo e mandar o seu sapato (tamanho 42 e 2/3,  tamanho 9 nos Estados Unidos) para alguém que aparecesse à frente. Tão somente porque tinha apanhado a mulher com o vizinho do 5º frente há 5 anos, 3 meses e 6 dias. Isto sim é ser lento.

Ténis

Penso que terá feito bem em não mandar, pois acho que já não ia a tempo de ser considerado um crime passional. Mais! Com o nosso Fado, possivelmente tinha uma pedra no sapato e o crime ainda se revestia de contornos mais horrendos. Só estou a falar de cenários plausíveis, num país em que grande parte dos pavimentos ainda se revestem de terra batida. Não aquela de Roland Garros… em que torna o jogo de ténis, em algo mais lento.

Tomates

E por falar em lentidão, penso que este acto veio também mostrar uma lacuna em todos os sistemas judiciais. O acto de atirar objectos a líderes políticos. É que até já se tinha começado com ovos, tomates ou tartes. Mas nenhum sistema judicial se lembrou de quantificar as classes de peso, dimensão e contornos geométricos eventualmente cortantes.

Soutien

Por exemplo, atirar um sapato é mau. Mas atirar um sapato… com pedra no sapato seria muito pior! E se fosse um par de ténis para jogar em terra batida e ainda por cima com nó duplo? E por falar em Roland Garros e na França. E se alguém manda um soutien com armação?

Buraco

Eu por acaso, até já pensei nessa eventualidade, e penso que uma vez mais somos muitos lentos a ir para frente com este tipo de acções. Até porque se os sistemas judiciais estão atrasados e existe um vazio jurisdicional, vamos mandar coisas lá para dentro para tapar.

Lingerie 

É claro que às vezes tapa-se de um lado e descobre-se de outro. Mas enquanto se tapa e destapa até se vê qualquer coisa! Aliás, e até porque já se falou em Roland Garros e na França, porque não mandar os vossos soutiens aos chefes de Estado!?

Mandem também peças de lingerie sensuais! Mas tudo muito lento.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s