Este blog contém pus!

literatura

Prémio Carreira

Aqui, neste espaço de convívio e tertúlia e outras palavras esdrúxulas, os miúdos novos decidiram criar um prémio e dá-lo aleatóriamente. Anualmente, mas aleatóriamente. E, para gáudio (palavra proparoxítona aparente) de todos vós leitores, essa altura do ano chegou. Decidimos criar o Prémio Carreira e vamos ofertá-lo hoje.

E os nomeados para Prémio Carreira de 2010 são:

 

 

De forma excepcional, e talvez por ser a primeira vez da atribuição deste prémio, os miúdos novos decidiram não abrir o prémio a votação, mas sim, e após deliberação exaustiva e atolada de ética (outra palavra esdrúxula) atribuirem o Prémio Carreira 2010 a…

De realçar no entanto que a palavra esdrúxula é ela própria esdrúxula, e, ela própria é apenas aparente, o que não torna esta regra clara como água. E proparoxítona também é esdrúxula. E proparoxítona, tudo ao mesmo tempo.

… José Saramago*

* (não é uma palavra esdrúxula)
Anúncios

2010 – 1º e 2º semestre

1º semestre: Assim falou Zaratustra (Also sprach Zarathustra)

2º semestre: HAL (Heuristically programmed ALgorithmic computer)

3º semestre: : : : :


O avô cavernoso

Hoje: o avô cavernoso instituiu a chuva.

Ratificação: até parece que é Inverno!

Persignou-se
Ninguém o chora agora
Perfumou-se

Pensamento: Vinte mil léguas de virgens vieram

Devagar: Até que se ouvem gritos, matinadas


Rapidinha I – SMS

Alguém escreveu:

 

Bom dia. Vai bugiar. Ou será vai buziar? É por ser o Bugio ou o búzio? Talvez quem diga buziar só tenha um problema na lingua ou ande a passear de autocarro em Londres. Penso que o Bugio é para os lados da Costa. Mas aí deve haver búzios. Se calhar são sinónimos. Ou heterónimos do mesmo búzio. Prefiro caracois.

 

Ou como já disse o outro:

 

fui ao mar
apanhar conchas e búzios
cheguei a casa
em cima da mesa os “púzios”

E isto passou-se.


Gonzo, Las Vegas, Mãe-África

 

Fonte: Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
 

visagra

s. f.
O mesmo que bisagra.
 

bisagra

s. f.
1. Dobradiça, quício.
2. Leme.
Sinónimo Geral: viságia, visagra 

 

quício

s. m.
1. Gonzo de porta
 

gonzo 

s. m.
1. Dobradiça de porta.
2. Quício.
3. Bisagra.
 

 

Delírio em Las Vegas (1998)

“We had two bags of grass, seventy-five pellets of mescaline, five sheets of high-powered blotter acid, a salt shaker half full of cocaine, and a whole galaxy of multi-colored uppers, downers, screamers, laughers and also a quart of tequila, a quart of rum, a case of Budweiser, a pint of raw ether and two dozen amyls. Not that we needed all that for the trip, but once you get locked into a serious drug-collection, the tendency is to push it as far as you can.”


Euromilhões

Euromilhões.

A criar excêntricos desde 2004.

Os meus amigos.

As pessoas a quem eu chamo de amigos e as quais me chamavam de parvo.

Agora caracterizam-me de uma nova maneira.

Excêntrico.

Não sabia o que era.

Fui ver.

Era o orvalho.

Fui ver.

Fui ver.

Era o Octávio.

Fui ver.


O Principezinho

“O livro O Principezinho fala de um menino que vivia num planeta: o Asteróide B612, e que caiu no planeta Terra …beca beca beca…  o Asteróide 325, em que só vivia um rei que não tinha ninguém para mandar fazer o que dizia …beca beca beca… o Asteróide 326, onde vivia um vaidoso que estava sozinho e não tinha quem lhe elogiasse …beca beca beca… o Asteróide 327, onde estava um bêbado …beca beca beca… o Asteróide 328, em que vivia um homem de negócios que só pensava em fazer contas …beca beca beca… o Asteróide 329, onde se encontrava um acendedor de candeeiro que “fazia” a noite e o dia …beca beca beca… o Asteróide 330, no qual vivia um geógrafo que sabia onde ficavam os mares, os rios, as cidades, entre outras coisas e que aconselhou o menino a visitar o planeta Terra  …beca beca beca… o menino foi parar ao deserto do Saara, onde o escritor desta história se encontrava perdido após se ter partido qualquer coisa no motor do seu avião.

 Eles conheceram-se quando o Principezinho se chegou ao pé dele e disse: «Por favor, desenha-me uma ovelha.» Para o escritor, o Principezinho foi o único a entender os seus dois desenhos feitos quando era criança: uma jibóia aberta e outra fechada, que todos teimavam em dizer ser um chapéu. Ele ficou maravilhado por o Principezinho adivinhar e assim, desenhou-lhe uma ovelha e a caixa para a ovelha. Depois, conversaram imenso.”

 Só para dizer que se trata de um livro cheio de mentiras e não é aconselhavel a habitantes de outros asteróides. Toda gente sabe que não existe vida noutros planetas, quanto mais asteróides. Toda gente sabe que nem asteróides devem ser, mas talvez plutoids, estações espaciais ou satélites desactivados. Toda gente sabe que um escritor não sabe desenhar. Toda gente sabe que uma cobra não consegue engolir um hipopótamo, quanto mais um elefante. Toda gente sabe que as cobras têm mais olhos que barriga.

E, por fim, toda gente sabe que mentir é feio!