Este blog contém pus!

Posts tagged “bullying

Oleeeé

Muuuuuuuu…

Por momentos ao visionar o meu canal preferido, aquele que nos traz emoção, incerteza no resultado e momentos de algum riso contido, senti temor. Quase como uma mensagem sublimar, as imagens do Parlamento da Assembleia da República portuguesa indicavam um animal selvagem à solta no hemiciculo.

Inspirei fundo e pensei para mim:

Não. Não pode ser um animal selvagem. O jardim zoológico encontra-se a alguma distância da rua de São Bento, o Ribatejo fica ainda mais longe e no edifício da Assembleia os seguranças pedem identificação ao entrar. Mesmo que o animal com chifres tenha alguma identificação, com os cascos que tem não a consegue agarrar. 

Suspirei. Mimosa.

Será o debate sobre os touros de morte? Será uma atitude de bullying por parte de um deputado do 12º ano? Será o Super-Homem? Não. É apenas o ministro Manuel Pinho na brincadeira!

Já podiam ter dito…

Oleeeeéééé! 

 


João Miguel ou Miguel Jordão?

Era uma vez um boi, ou um bull, chamado João Miguel que pastava em pastos verdes. Ele não gostava da cor vermelha nem de que lhe chamassem nomes. Achava que chamar nomes era uma forma de catalogar as pessoas e os bois. Não percebia porque os seus pais lhe tinham chamado um nome, quanto mais dois. João Miguel soava estranho. Preferia raspar a pata no chão e delinear um «23». Era assim que ele gostava de ser conhecido, como um número. O «23»!

Farto que todos os dias os meninos ao ir para a escola passassem ao lado do seu pasto verde só para gozarem com ele e lhe chamarem nomes, «João Miguel» gritavam, o «23» resolveu ir marrar contra todos, num dos primeiros actos considerados de bullying. O que «23» não reparou é que havia uma pequena cerca electrificada a separá-lo do objectivo. Foi uma tourada. Depois do incidente, foi perdendo a visão e chegou ao ponto em já não distinguia cores. Apenas o preto, o branco e todos os cinzentos que se encontravam pelo meio.

Tentou então a sua sorte noutras praças. «23» emigrou para os States onde continuou a praticar bullying e acabou por ser muito feliz. Olé!