Este blog contém pus!

Posts tagged “Natal


Boas acções

Estou um pouco desiludido com o Natal e com as prendas que recebi. A começar pela fartura de prendas que não existiu, pois foram só rabanadas e filhozes, a própria qualidade deixou muito a desejar. Até parece que se tratava de uma troca de presentes entres colegas de trabalho com um máximo de 5 euros para gastar.

É claro que sempre houve espaço para o par de meias quentinhas da avó, que nestes dias frios tanto jeito dão mas estava à espera de mais, de receber um cabaz cheio de prendas, um verdadeiro cabaz de Natal. E nada! Só recebi 4 presentinhos: uma meia esquerda, uma meia direita, um lençol para o enxoval e uma caixa de chocolates com recheio de licores de sabor diverso.

Sendo que estes chocolates e os respectivos mililitros de licor de grande qualidade e sabor requintado foram uma grande e agradável surpresa, eu tinha feito um pedido expresso de um carro telecomandado. Pelo que, como devem calcular, a falta do mesmo me deixou bastante desiludido.

Fui-me inteirar de todo este assunto com os meus pais, visto que já não acredito no Pai Natal e eles disseram-me que este ano não tive suficientes boas acções que me fizessem merecer mais e melhores presentes!

Resultado: vou comprar mais umas quantas acções, vou diversificar a minha carteira, vou estar todos os dias com atenção a rumores de OPA’s nos jornais, revistas e televisão, vou reagir a crash‘es bolsistas, vou andar sempre com uma bolsa à cintura ou à tiracolo, vou reagir ao pânico dos investidores, vou telefonar todos os dias ao meu gestor de carteira, enfim, vou estar atento e alerta! E só desejo realmente é que durante este próximo ano as minhas 8 acções valorizem o suficiente para que possa comprar tudo aquilo que eu quero e não precise de pedir ALGO a ALGUÉM! Ou será nada a ninguém!?

Se não, só espero que para o ano não me venham com conversas a dizer que sou mal comportado e que não invisto em boas acções porque quero na mesma um carro telecomandado! E SEM FIOS!

 

 


Presente

Não digam a ninguém, mas hoje fui às escondidas chocalhar as minhas prendas e elas disseram:

 

Presente!

 

É caso para dizer, toma e embrulha. E não chocalhes.


Aí, à porta!

Queria evitar ao máximo falar do Natal.

Acho que cada vez mais se tornou uma febre consumista em luta directa com a gripe sazonal e que nem a recém-aparecida gripe A a consegue destronar dos primeiros lugares das audiências. Seja entre anúncios de brinquedos a promoções de Natal que começaram desde Novembro parece que a Maria do Jesus teve um parto difícil e prolongado.

Portantos, é mais que inegável que o Natal já está aí à porta.

Dito isto, ontem pareceu-me ouvir qualquer coisa e fui ver espreitei, mas quando abri não estava lá nada nem ninguém. Se calhar, o Natal ainda só está aí e ainda não chegou aqui.

Portantos, parece que vou ter que esperar no mínimo mais uns dias.