Este blog contém pus!

Posts tagged “Darth Vader

Quem sai aos seus,

– Djeww…
– Vhhouuu.
– Vcheu!
Ddjii!

 (final da recriação do diálogo entre dois sabres de luz)
 

 

VADER: No. I am your father.

Anúncios

Jet Lag ou os benefícios da Terra plana

* Artigo previamente gravado. Com som original.

Porque somos redondos? Não venham com assumpção que as dietas resolvem tudo, porque não resolvem. A Terra é actualmente é redonda e acarreta com ela uma série de problemas.

Temos as estações do ano, a constante mudança diária dia-noite, noite-dia, e novamente para o dia, e para a noite. Diferenças horárias entre países. Uma sensação de rodopio e tontura. Jet lag. Atenção. Não confundir com jet set. Apesar deste ser um flagelo ainda maior que afecta as nossas sociedades hoje em dia, contudo não é um problema causado pela Terra ser redonda. Pode no entanto, ser um dos primeiros beneficios que aponto se a Terra fosse plana, é que ficaria muito mais facil empurrarmos elementos do jet set pela borda fora para o espaço sideral. 

porquê? Porque é que a Terra não é plana? Na prática todos éramos iluminados pela mesma intensidade e luminosidade solar. Tal como na Idade Média. Não havia cá fusos horários. Podíamos ir ás compras a Elvas sem ter que mudar o relógio para a hora espanhola. Podíamos viajar para todo lado sem ter que ficar acordado 40 horas na ida e dormir 16 horas na vinda. Todo o dia cheio de sol ajudava-nos a poupar energia e dinheiro, o que para a crise actual seria fenomenal. E podia-se mais facilmente empurrar elementos do jet set pela borda fora para o espaço sideral.

E quem gostasse muito da noite? Quem preferisse a noite ia viver para o outro lado da Terra. Assim até se distinguiam melhor quem eram as criaturas da noite. Esses bandidos e vampiras lésbicas. Esses seres nocturnos. Seres malignos e mauzões que provocam calafrios nos nossos corações e medo nas nossas mentes.

Quer dizer. Não metem medo a ninguém. Se metessem, conseguíamos estacionar o carro num bairro perto de nós sem termos que recorrer a um parque pago. Enfim.

– Vou sair.
– Vais sair? Não vás para o lado negro!? Pois não?
– Por acaso estava a pensar dar lá um… salto.
– Olha que tem lá bandidos… criminosos… o Darth Vader…
(thhh) Não tem nada. Isso é um mito urbano.

Bem.

E que tal deixar por ora tudo como está e deixar a minha idéia na gaveta? Afinal já não vou sair. Vou-me enfiar na caminha. Vou acender a luz de presença. Não é que tenha medo do escuro mas…..

Trademark,

Jet lag…

Go!